Autarquia

EDP clarifica “águas coloridas”

          
EDP clarifica “águas coloridas”

No dia 24 de Outubro no Centro de Produção Cá­va­do-Lima, em Valdo­sende, a EDP clarificou o colorido ver­de das águas da albufeira de Caniçada e rio Cá­va­do que mui­to preocupam as populações dos municípios de Amares e de Braga.
Na sessão de esclarecimento que contou com o pre­sidente da câmara Mu­ni­ci­pal de Vieira do Minho, António Cardoso, representantes da Câmara de Amares, Agere, Sepna e Mota-Engil, o director daquele Cen­­tro, Hel­­der Car­va­lho, referiu-se às obras em curso na estrutura da en­trada do descarregador de cheias complementar da barragem de Caniçada “como cau­sadoras da turvação”. Im­plementado desde o início das obras (15/01/2014), um plano de monotorização das águas a jusante da albufeira, nomeadamente, no local da restituição e na captação junto à Ponte do Porto, revelam “um problema de na­tu­reza orgânica provocado por argila em suspensão, o que promove a alteração do aspecto da água, o aumento da turvação e da concentração em sólidos suspensos totais. Não foram quantificados hidrocarbonetos e óleos e gorduras com concentração reduzida”.


A trabalharem 24 horas por dia na remoção dos resíduos da secadeira e terras prevista para o final do mês, seguido de um período de decantação e enquanto a chuva não aparece, os re ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado com o seu login e password!
Clique para escolher uma assinatura; ou no caso de já ter uma assinatura por favor autentique-se com o seu login e password.


Comentários

Comentar esta notícia

Nome

Email

Comentário


Verificação de palavras
Escreva os caracteres que vê abaixo
ILVU3


    

Ainda ninguém comentou esta notícia!