Diversos

Facebook proíbe conteúdos que neguem ou distorçam o Holocausto

          
Facebook proíbe conteúdos que neguem ou distorçam o Holocausto

O fundador do Fa­ce­­­book, Mark Zu­cker­berg, tomou a de­ci­são depois de ter visto “dados que mostram um aumento na violência antisse­mi­ta” online.
A decisão foi anunciada em 12 de Outubro, pela vice-presidente de política de conteúdos do Facebook, Monika Bickert, e confirmada pelo próprio dono e fundador da re­de social, Mark Zuckerberg: perante o crescimento das manifestações de antissemitismo online, o Facebook irá banir “qualquer conteúdo que negue ou distorça o Ho­lo­causto”.


De acordo com Bickert, só entre Abril e Junho deste ano, o Facebook removeu 22 milhões de exemplos de dis­cur­so de ódio contra os judeus e baniu mais de 250 orga­ni­zações antisse ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário