Do Cávado ao Ave

PINHEIRO

Incúria

          

Há anos atrás uma senhora, que conduzia o seu automóvel, despistou-se junto à capelinha de Nossa Senhora da Fé, no lugar de Tabuadelo, caíndo numa propriedade, onde junto à estrada passa a linha eléctrica, resultando daí um embate contra um poste que se partiu junto ao solo, e que se manteve em pé graças ao arvoredo que o circundava.
Soubemos que a senhora accionou o seu seguro, que por certo pagou à EDP o prejuízo, que certamente terá metido o cheque à gaveta, talvez por uns minutos ou horas mas que não esqueceu de receber mas esqueceu de mudar o poste que assim se mantém há uns cinco ou seis anos, e que agora o proprietário no cumprimento da Lei descobriu quanto cortava as árvores que o suportavam, e ele quase lhe cai em cima, encontrando-se agora suportado por apenas uma nova árvore e umas cordas, mas em perigo de cair, de um momento para o outro. Mas o que é que a EDP tem a ver com isso se no fim do mês recebe todas as facturas emitidas?


Entretanto, há cerca de dois meses, novo despiste junto à igreja, resultou noutro poste partido e lá continua segurado por cordas, causando problemas ao proprietário que tem até me ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado com o seu login e password!
Clique para escolher uma assinatura; ou no caso de já ter uma assinatura por favor autentique-se com o seu login e password.


Comentários

Comentar esta notícia

Nome

Email

Comentário


Verificação de palavras
Escreva os caracteres que vê abaixo
JLKSA


    

Ainda ninguém comentou esta notícia!