Igreja

Igreja no Iraque reabre ao culto após a guerra

          
Igreja no Iraque reabre ao culto após a guerra

A Igreja de São Jorge, na vila de Telleskuf, no Norte do Iraque, reabriu ao culto com uma missa presidida pelo arcebispo de Erbil, naquele que é o primeiro templo reconstruído após a libertação da região domínio do Estado Islâmico. Foi saqueada, profanada e danificada, mas voltou agora a acolher os fiéis.
A Planície de Nínive, berço do Cristianismo no Iraque, esteve sob ocupação do Estado Islâmico desde Agosto de 2014, situação que se prolongou por mais de três anos e só foi libertada recentemente. A reinauguração desta primeira igreja tem particular importância para a fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), que lançou uma campanha internacional que visa criar condições para o regresso da totalidade da comunidade cristã às suas casas.
No contexto de 2014, milhares de famílias, entre as quais muitas famílias cristãs, tiveram de fugir da Planície de Nínive para salvarem a vida, perante a violência dos fundamentalistas islâmicos.


“Era necessário dar um sinal evidente de que a Igreja está a retomar já as suas actividades normais”, afirmou o arcebispo caldeu de Erbil durante a cerimónia, em que agradeceu o ap ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado com o seu login e password!
Clique para escolher uma assinatura; ou no caso de já ter uma assinatura por favor autentique-se com o seu login e password.


Comentários

Comentar esta notícia

Nome

Email

Comentário


Verificação de palavras
Escreva os caracteres que vê abaixo
1DH41


    

Ainda ninguém comentou esta notícia!