Igreja

Fim da Rádio Sim

          
Fim da Rádio Sim

O presidente do Conselho de Gerência do Grupo Renas­cen­ça Multimédia, disse à Agência ECCLESIA que a descontinuação das “não foi nem é uma decisão fácil”, admi­tindo compreender “os sentimentos de desacordo”.
“Em causa está um processo que tem de ter presente as respostas dos colaboradores às propostas que lhes foram feitas, que ainda estamos a analisar, e os auditórios das várias rádios do Grupo Renascença”, assinalou D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa.
O responsável mostra-se disponível para levar em consideração os pronunciamentos que têm surgido a respeito da decisão, num processo que se encontra em curso.
“Foi anunciada a descontinuidade da rádio, significando um caminho a cumprir com várias frentes e prioridades, em primeiro lugar os colaboradores”, precisou.


O presidente do Conselho de Gerência do Grupo Renascença explica que a decisão se insere “num processo de re­posicionamento das várias rádios do grupo, em análise nos últimos meses ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário