Igreja

Batizar as crianças é um «ato de justiça», diz o Papa

          
Batizar as crianças é um «ato de justiça», diz o Papa

O Papa presidiu na Capela Sistina do Vaticano, em 12 de Janeiro, ao Batismo de 32 bebés, filhos de funcionários do Vaticano, e pediu aos seus pais que os eduquem na fé católica, a partir do “exemplo” de casa.
“Batizar um filho é um ato de justiça, para ele, porque nós, no Batismo, damos-lhe um tesouro, um penhor, o Espírito Santo”, declarou, numa breve homilia, improvisada.
Francisco sublinhou que, após a celebração deste Sacramento, “a criança sai com a Espírito Santo dentro de si, que o defenderá e ajudará durante toda a sua vida.


“Por isso é importante batizá-los desde criança, para crescerem com a força do Espírito Santo”, sustentou.
Esta foi a sétima vez que o Papa Francisco presidiu na Capela Sistin ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário