Igreja

Conselhos Eco­nó­mi­cos Paroquiais em reflexão

          
Conselhos Eco­nó­mi­cos Paroquiais em reflexão

Os Conselhos Eco­nó­mi­cos Paroquiais, (tradicionalmente conhecidos como Fa­briqueiras), do arci­pres­tado de Vieira do Minho reuniram, no sa­­lão paroquial de Vieira em 22 de Fevereiro, no habitual encontro de formação anual.


Todos os presidentes dos CEP’ S (párocos) estiveram pre­sentes, assim como alguns secretários, tesoureiros e vogais.
A reunião decorreu de acor­do com as orientações da arquidiocese de Braga, com a ora­ção inicial, prepa­ra­da e ori­entada pelo vice-arci­pres­te, padre Fernando Ma­chado, a visualização de um vídeo com a mensagem do Arcebispo Primaz e um discurso do Padre Tiago, es­pecialista em pastoral. Seguiu-se um tempo de diálo­go com perguntas e respostas e a palavra do arcipreste.
A visualização contou com a ajuda do tesourei­ro arci­prestal, padre Nuno Campos e no final o arci­pres­te, pa­dre Albano fez uma síntese da mensagem da diocese que apelava à res­ponsa­bi­lidade de todos no governo da paróquia. Os pá­rocos são os pastores próprios das suas paróquias, mas devem ser ajudados por equipas bem formadas e seguindo as nor­mas da igreja. A Igreja vai ter que contar com colégios de paróquias, isto é, várias paróquias com um só pastor. 
O arcipreste apresentou o li­vro da diocese com a sínte­se das normas principais na orientação das paróquias, cen­tros e festas, etc.
Fez-se um apelo à elabo­ra­ção de inventários, de pre­­fe­rência feitos pela dio­cese, para que não se perca o pa­tri­mónio paroquial. Mas a ên­fase foi colocada nas pessoas, a igreja mais importante. A Igreja não é uma monarquia nem uma democracia mas é preciso fazer um caminho sinodal, isto é, todos juntos.
No período dedicado às questões dos participantes foi referido o acesso ao pro­gra­ma Kyrios para preencher os documentos dos CEP’ S e o feedback do ví­deo, considerado pouco ade­­­quado às realidades locais. O encontro terminou com a oração final e o agra­de­­cimento, a todos os pre­sen­tes e voluntários que servem a Igreja, pelo arci­preste P.e Albano.
Albano Costa
2020-02-27


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário