Igreja

Cáritas lança apelo público de apoio

Campanha ‘Heróis Doar’ necessita de donativos

          
Cáritas lança apelo público de apoio

A Cáritas defende uma “mobili­za­ção na­cional” para reforçar a resposta soli­dá­ria à crise provocada pela pande­mia, pedindo apoio para a sua campanha de emergência social.


“A transversalidade desta pande­mia requer uma mobilização nacional no combate a todas as situações de vul­ne­ra­bilidade”, refere a organização, que afirma ter disponibilizado à rede nacional das 20 Cáritas Dio­cesanas, em Maio e Junho, um apoio de 130 mil euros para a resposta imediata às solicitações por parte da população mais vulnerável.
Esta verba apoiou um total de 3371 pessoas, das quais 49% representam “novas situações de apoio”.
A ajuda visou, sobretudo, despesas relacionadas com o pagamento de rendas – na casa dos 60%–, seguindo-se as despesas relacionadas com saúde e fornecimento de electricidade.
“O principal motivo que leva a estes pedidos de ajuda está relacionado com desemprego ou com a insuficiência de recursos financeiros, em situações onde o rendimento não é suficiente para fazer face às despesas”, indica a Cáritas.
O programa de assistência socio-económica depende dos próprios meios da Cáritas, que o quer reforçar em todo o território nacional, “num trabalho que é, essencialmente, feito na proximidade às comunidades”.
2020-07-30


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário