Igreja

Papa legisla sobre papel das mulheres na Igreja

          
Papa legisla sobre papel das mulheres na Igreja

O Papa Francisco estabeleceu uma lei que reconhece, de forma estável e institucional, o acesso das mulheres aos ministérios do leitor e do acólito. É já comum a participação de mu­lheres que proclamam ou cantam a Palavra de Deus e os Salmos durante as celebrações li­túrgicas, que ajudam no serviço do altar ou que são ministras extraordi­ná­rias da comunhão. Na prática, nada muda. A novidade desta legislação é que esta rea­lidade fica agora instituída. Apesar de já ser autorizada por grande parte dos bispos, esta nova legisla­ção derroga o que tinha sido estabelecido por Paulo VI, em 1972, que limitava estes ministé­rios apenas a pessoas do sexo masculino, “como per­curso propedêutico com vista aos mi­nistérios sagrados”.


Mas, como agora se distinguem “ministérios laicais” (a que podem aceder homens e mu­­lheres) dos “ministérios ordenados” (que se recebem mediante o sacramento da or­dem, ex­clusivo ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário