Opinião

Ângelo Correia acusa Marcelo de “extravasar funções constitucionais” e actuar “como comentador”

          

O antigo ministro do PSD diz que Marcelo “falhou e errou” ao mencionar a crise na direita. Ângelo Correia defende que o PR não deve sim­ples­mente “diagnosticar” o problema, mas sim re­solvê-lo.
O antigo ministro do PSD Ângelo Correia acusou o Pre­sidente da República de ter “extravasado funções consti­tu­cionais” ao falar em crise na direita, defendendo que a sua missão é encontrar, junto dos partidos, “modos de fortaleci­mento da democracia”.
Se o senhor Presidente da República entende que há uma crise na direita, a sua mis­são é tentar, junto dos par­tidos, encontrar processos e modos de fortalecimento da democracia. O senhor Pre­sidente da República es­co­lheu um método ao contrário, que é dizê-lo ao país, num jeito de um comentador po­lítico e não de um supremo magistrado da nação”, afir­mou Ângelo Correia, em de­clarações à agência Lusa.


Questionado sobre a análi­se feita, na sexta-feira, pelo Presidente da República de que “há uma forte possibilidade de haver uma crise na direita portuguesa nos próximos anos”, o a ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário