Opinião

Diálogo e tolerância

          

O diálogo, a conversa alimentada em esplanadas, à mesa, durante uma refeição familiar, em convívios ou breves encontros esperando o café, tem vindo a desaparecer. A pressa com que se vive, criou hábitos cujo benefício é muito questionável. Não se fofoca tanto!? Mas também não se constroem pontes.


Para “viver bem”, procura-se fazer mais, trabalhar mais. Mas não se vive melhor. Quase sem dar conta, fomos per­den­do o hábito do diálogo, da partilha de experiências, in­formaçõe ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário