Opinião

Em busca da identidade atribuída

          

O mundo ficaria melhor se cada pessoa conhecesse a identidade que um dia, em criança, os pais e padrinhos, lhe atribuíram.
Temos de admitir que muitos batizados não são cristãos, porque lhes deram uma identidade que também lhes confere a dignidade de serem filhos adotivos de Deus, mas não os introduziram na “Casa de Família”, on­de se aprende a ser feliz e a usufruir os bens que lá se distribuem.


Nasceu recentemente em Braga um movimento cívico denominado «Contra a Indiferença». É notícia a inten­ção dum manifesto, apelando à participação ativa nas elei­­ções. Assim, presta ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário