Autarquia

Vencedor do Rali de Vieira do Minho não foi ao pódio

          
Vencedor do Rali de Vieira do Minho não foi ao pódio

A penúltima prova do Campeonato Norte de Ralis, disputada em 21 de Outubro em Vieira do Minho, te­ve um pódio diferente daquele que ditou a classificação final da prova organizada pelo Motor Clube de Gui­marães.


O piloto Pedro Antunes, em Peugeot 208 R2, que ganhou todas as seis especiais que compunham esta prova do CNR, terminou com uma vantagem de 1m15,8sg sobre João Vi­ei­ra, em carro idêntico, não foi ao pódio por uma questão de logística. Tendo em conta a participação no Rali da Catalunha já no próximo fim de semana, optou por não comparecer na cerimó­nia do pódio, desistindo já no parque de assistência. “Op­tamos por não ir ao pó­dio por uma questão de respeito pelos concorrentes do Campeonato, e como não pon­­­­tuávamos para este rali, já que viemos aqui para testar para Catalunha, e também por uma questão de co­­­meçarmos já a ter que le­var o carro para Espa­nha,” jus­tificou no final, Pe­dro An­tu­­nes. E assim quem acabou por se sagrar vencedor foi João Vieira (Peu­geot 208 R2) que tinha ter­mi­na­do na segunda posição. O lu­gar in­ter­médio do pó­dio foi para Hél­der Miranda (Ci­troën C2 R2 Max), en­qua­n­to que Mi­guel Teixeira le­vou o seu BMW E30 ao 3.º posto.
À semelhança do piloto de Torres Vedras, para apro­­­­­­­­­­veitar estes bons troços da serra da Cabreira pa­­ra se preparar para a Ca­ta­­­lunha, do mesmo modo o pi­­­­loto do todo-o-ter­re­no, Jo­­­ão Ramos, com a To­yo­­­­ta Hi­­­­lux a fazer de carro, também aproveitou para se preparar e ganhar ritmo pa­ra a Baja de Portalegre 500, úl­ti­­­­ma prova da especialidade desta temporada, onde um lote de 4 pilotos po­de­rão discutir o títu­lo des­­ta tem­­porada, adivi­nha­ndo-se portanto uma prova emo­cio­nante.
Quanto ao CNR, já com o campeão encontrado, tem o seu final a 24 e 25 de No­­­vembro em Mondim de Bas­­to.
Joaquim Ramalho
2018-10-29


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário