Autarquia

Município atribuiu 50 mil euros em bolsas de estudo

          
Município atribuiu 50 mil euros em bolsas de estudo

O Município de Vieira do Minho, atribuiu 82 bolsas de es­tudo a alunos universitários residentes no Concelho cor­res­pondentes ao ano lectivo 2018/2019, um investimento na formação académica dos candidatos que ultrapassa os 50 mil euros.
Apoiar a continuação da formação dos estudantes fi­na­listas do ensino secundário oriundos de famílias econo­mi­camente carenciadas, cujas disponibilidades financeiras não lhes permitem fazê-lo apenas pelos seus próprios meios, bem como colaborar na formação de quadros técnicos superiores residentes no concelho de Vieira do Mi­nho são os objectivos principais desta medida.
Dado que um dos principais factores que contribui para o abandono escolar são as dificuldades económicas das fa­­mílias, o Executivo Vieirense apresentou em 2018 pro­pos­tas de alteração ao Regulamento Municipal para atri­bui­­ção destas bolsas de estudo que permitiram que alunos de mestrado e doutoramento também pudessem usufruir desta medida.


Este ano verificou-se um acréscimo do número de Vi­ei­ren­­ses a frequentar o ensino superior, o que também pode ser comprovado pelo número crescente de alunos que so­­licitaram a bolsa de estudo ao Município de Vieira do Minho.
Vieira do Minho assume-se como um dos Municípios que mais apoia e investe na educação, desde o pré-esco­lar até à inserção dos estudantes no mercado de trabalho. É, por isso, com enorme satisfação e sentido de responsabilidade que o Município aumenta o valor destinado ao pagamento de bolsas universitárias de 30 mil para 50 mil euros, de modo a permitir a frequência com sucesso do ensino universitário aos alunos Vieirenses com maiores dificuldades económicas, contribuindo, assim, pa­ra uma sociedade mais justa e de igualdade de oportunidades.
No acto da atribuição desta bolsas, o presidente da Câ­mara, perante os estudantes, pais e encarregados de edu­ca­ção, recordou que desde 2013, o Executivo por si lidera­do tem vindo a fazer “uma aposta clara na educação”, quer em infra-estruturas, quer em recursos humanos e ma­­teriais”, salientando que “a educação é a base estru­tu­rante da sociedade”.
2019-04-29


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário