Autarquia

Abril mês da prevenção dos maus tratos na infância

          
Abril mês da prevenção dos maus tratos na infância

Todos os anos a CPCJ de Vi­eira do Minho, em colaboração com os respetivos par­ceiros e a comunidade em geral, organiza e desen­vol­ve várias atividades ao lon­go deste mês, as quais en­cerram, normalmente, com uma caminhada pelas ruas da Vila, formando no final do trajeto o laço azul junto aos Paços do Concelho. Sabemos que os maus tratos, os abusos e as negligências são dos problemas que mais afetam a qualidade de vida das crianças e jovens e que, obviamente, lhes deixam marcas ao longo da vida. A dinâmica do mês de Abril tem como ob­je­tivo alertar e conscien­cia­lizar a comunidade para o seu papel na prevenção dos maus tratos na infância, bem co­mo para a promoção dos direitos das crianças e jovens.
Toda esta dinâmica estava preparada para que o mês de abril fosse vivido exata­mente como os anteriores. No entanto, por motivo da Pandemia COVID-19, vivemos tempos difíceis de isolamento, distância social e incerteza. Por isso, é hoje mais do que imperativo man­ter os cuidados recomendados, usando os meios que a evolução das tecno­logias nos oferecem.


A CPCJ de Vieira do Mi­nho, adaptada a esta nova realidade, deixa claro que os serviços estão a funcionar através de teletra­balho, vi­deo chamada, telefone e email.
A Comissão está atenta a todas as situações previamente acompanhadas, disponível para abordar novos casos mercedores de avaliação e durante este mês da pre­venção dos maus tratos da infância, relembrar que a proteção das crianças é da responsabilidade de toda a sociedade e, como tal, é fundamental um envolvimento ativo de todos, pois a melhor maneira de impedir o problema é evitar que aconteça.
Que abril e a campanha do laço azul sirvam para despertar as nossas consciências e que à nossa volta nada passe despercebido.
Não hesitem! Comuniquem à comissão tudo que achem que viola os direitos e proteção das nossas crianças e jovens.
Termino com o slogan a usar, em todo o país, durante o mês de abril – SEREI O QUE ME DERES... QUE SEJA AMOR.
António Gago Presidente da CPCJ
2020-04-16


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário