Reportagem

Homenagem ao “Pai” amigo e comandante ABREU CARDOSO

“Não queremos pertencer a um povo e a uma sociedade amnésica e “alzheimerada”

          
Homenagem ao “Pai” amigo e comandante ABREU CARDOSO

Dia 26 de setembro passado, seis “camaradas” Comandos, que fizeram parte da Companhia de Caçadores 341, em 1971/73 em Nambuangongo-Zala, Angola, vindos de vá­­rias zonas do País, quiseram homenagear aquele que con­sideram seu “pai”, amigo e comandante Abreu Cardoso.
Faz tempo que o Sr. Manuel Sousa (1º Cabo Enfermeiro), das Taipas, havia contatado P. Albino Carneiro, para po­­derem vir a Vieira do Minho homenagear o seu Coman­dan­te Abreu Cardoso. Tratar da visita ao cemitério onde jaz o Comandante e acompanhá-los na cerimónia, pois ti­­nham conhecimento que eu mesmo, havia sido capelão mi­litar e vizinho amigo do Coronel Abreu Cardoso.
Por sua vez o P. Albino, convidou o Tenente Coronel Pin­­to da Costa a estar presente, que logo acedeu ao convi­te e no dia acima referido, os camaradas do então Capitão Cardoso, foram recebidos em frente aos Paços do Con­celho.


Após um café, dirigiram-se para o cemitério junto ao ja­­zigo da Família, onde está sepultado o “herói nacional”, Cor. Abreu Cardoso, tendo sido colocado um ramo de flores ao homen ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário