Diversos

XVI Concurso Nacional de Teatro

          
XVI Concurso Nacional de Teatro

O XVI Concurso Nacional de Teatro (CONTE), que decorreu na Póvoa de Lanhoso entre 1 e 29 de fevereiro consagrou os premiados na Gala de Encerramento e contou a presença do Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de La­nhoso, André Rodri­gues, do Presidente da Federação Portuguesa de Teatro, José Teles, e do patrono do evento, Ruy de Carvalho.


O povoense Cunha de Leiradella viu reconhecido o seu trabalho e recebeu o Prémio Prestígio Personalidade. “O Futuro está nos Ovos” com atores e atrizes da Póvoa de Lanhoso e recebeu duas distinções: melhor desenho de luz e o prémio Maria da Fonte, júri popular. Já a peça “Pão Nosso” apresentada pelo Teatro de Balugas também foi reconhecida, mas com o prémio Ruy de Carvalho para a melhor produção.
O CONTE resulta da parceria que junta Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Federação Portuguesa de Teatro no reconhecimento e no incentivo ao melhor do teatro em Portugal.
“A Póvoa de Lanhoso é um concelho que valoriza muito a sua história, as suas tradições e a sua matriz cultural. Uma matriz onde o teatro tem um papel fundamental. A estratégia da autarquia passa muito pela formação intelectual dos jovens. Seja disponibilizando um serviço edu­ca­tivo de qualidade, seja fomentando o desporto e a ati­vidade física, seja, ainda, na formação cultural através das vá­rias artes”, referiu André Rodrigues.
A Gala de Encerramento e entrega de prémios decorreu no Theatro Club da Póvoa de Lanhoso, no dia 7 de março. Nove peças estiveram a concurso. O júri foi constituído por Orlando Alves, representante da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gil Filipe, representante da Federa­ção Portuguesa de Teatro e José Dantas Lima, represen­tan­te na qualidade de Júri Honorário.
2020-03-19


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário