Política

PS e CDS perguntam pelas obras da Escola

Em comunicados chegados à nossa redacção a con­celhia do Partido Socialista e deputados do CDS ques­tio­nam a resolução das obras de requalificação da Esco­la Básica e Secundária Vieira de Araújo.
O PS questiona a demora para lançamento de concurso público, “que não tem justificação, que preocupa o PS, a comunidade educativa e toda a população de Vi­eira do Minho. Depois de uma tentativa desesperada de desresponsabilização e de uma conferência de im­pren­sa de anúncio de um novo concurso que mais não foi de que um ataque ao PS local, o essencial continua por fazer. Onde pára o concurso”, pergunta a presidente da concelhia local, Vânia Cruz.


O que lá vai, lá vai!

O povo diz que o que lá vai, lá vai. E quando as pessoas rivalizam entre si, também já a minha mãe dizia: “não te metas em guerras; dá-lhes o caminho todo.”
O primeiro aforismo fala-nos do perdão, do esqueci­men­to das ofensas; o segundo conselho resume-se assim: se não queremos guerras não as devemos provocar nem as devemos acolher; desta forma, um dos segre­dos é fazer-se de parvo e ficar a ver. Quando as coisas passam das marcas ou viramos as costas ou damos mes­mo o caminho todo ou então vamos ao combate da “con­ver­sa da treta”.


Membro do Governo visitou Vieira do Minho

O Partido Socialista de Vi­eira do Minho recebeu, no passado dia 14 de Março, a visita do Secretário de Estado da Valorização do Inte­rior, João Paulo Catarino, da candidata do PS pelo dis­trito de Braga às eleições Europeias, Isabel Estrada Car­valhais, e da Federação de Braga do Partido Socialista. O encontro, segundo o PS, “contou dezenas de militantes e simpatizantes do PS e serviu para trans­mi­­tir e debater as medidas implementadas pelo Governo no âmbito do programa “Va­lorizar o Interior” e, ainda, realçar a importância que as eleições Europeias têm para Portugal e para o Interior pois grande parte das obras realizadas em concelhos rurais e do interior são financiadas por fundos europeus”.


CDS-PP de Vieira denuncia “ilegalidades” do PS à Comissão Nacional de Eleições

A Comissão Política Concelhia de Vieira do Minho do CDS-PP denunciou junto da Comissão Nacional de Eleições a utilização abusiva da participação de um membro do Governo em acção com uma candidata às eleições europeias.
Segundo este órgão local, “já não é a primeira vez que o Partido Socialista de Vieira do Minho faz uma utilização abu­siva e ilegal da presença de membros do governo (em campanha eleitoral). Já no decorrer da campanha eleitoral para as eleições autárquicas o PS de Vieira do Minho men­cionou a presença de membros do governo nas acções de campanha. Parece que à falta de iniciativa própria, o PS de Vieira do Minho volta a tentar uma colagem ao governo para daí obter dividendos.”



Instituições da UE acertam acordo para criação do “InvestEu”

No Parlamento Europeu, os Estados-Membros e a Co­mis­­são Europeia chegaram a um acordo preliminar para a criação do programa ‘InvestEU’, o novo instrumento fi­­nanceiro para 2021-2027 que poderá mobilizar entre 650 mil milhões a 700 mil milhões de euros em inves­ti­mentos na União Europeia.
O representante do Parlamento Europeu nas negocia­ções, o euro-deputado do PSD José Manuel Fernan­des salienta a importância de Portugal “trabalhar desde já para o máximo aproveitamento deste recurso, vital pa­­ra a criação de emprego e o reforço da competitividade e produtividade da economia através do apoio às empresas e ao investimento público e privado”.




Concelhias do PSD exigem do Governo

Plano de despoluição do rio Ave

As secções concelhias do PSD dos sete concelhos atra­­vessados pelos 90 Km de per­curso do rio Ave, desde a nascente, na Serra da Cabreira, em Vi­ei­ra do Minho, até à foz em Vi­­la do Conde exigem ao Go­­verno a «elabo­ração imedia­ta» de um Plano de Des­po­lui­ção e Revitali­za­ção daquele curso de água e acusam o executivo de «des­­­­res­peitar» uma re­co­men­­­dação da Assem­bleia da República.
“Despoluir e revitalizar o rio Ave é o objetivo que está a unir e mobilizar aquelas con­celhias” do PSD de Vi­ei­ra do Minho, Póvoa de La­nhoso, Guimarães, Santo Tir­so, Tro­fa, Vila Nova de Fa­­­­­ma­li­cão e Vila do Conde que em comunicado enviado à redacção de JV, referem “que esta é uma tomada de posição «assente na união de pro­pósitos entre ter­ritórios contíguos», esperando que a Administração Central seja «sensível ao problema e faça avançar de imediato para a elaboração de um diagnóstico, avaliação, identificação das principais áreas de intervenção e elaboração de um plano de ação urgente», dada “a importância crucial para a economia da região” que o rio Ave sustenta, nomeadamente “para a saúde, pa­ra o ambiente e, sobretudo, pa­ra a valorização do ele­men­to água para as gerações vindouras».


José Ribeiro demite-se do PS

O antigo presidente da Câmara de Fafe e atual presidente da Assembleia Municipal, José Ribeiro, demitiu-se do PS para evitar a sua expulsão, através de carta enviada ao secretário-geral, António Costa, à qual a Lusa teve acesso.
«Antecipo-me ao vosso procedimento disciplinar con­ducente à minha expulsão do PS, poupando-vos trabalho e perda de energias tão necessárias a preparar os atos eleitorais que se avizinham, para que não ganhem por poucochinho ou não percam, como há quatro anos, apresentando a minha demissão de militante 15488», lê-se no documento.