50 Anos Jornal de Vieira  1972 - 2022

Destaques

PARADA DE BOURO

Parada de Bouro viveu o melhor desfile carnava­lesco de sempre na terça-feira, 13 de Fevereiro. Com organização da Junta de Freguesia e das quatros associações locais: Rancho Folclórico de Pandozes; Fanfarra Flo­res do Cávado; Romeiros da Ribeira Cávado e Associação Cultural e Recreativa. Cerca de uma dúzia de grupos desfilaram diante de um público entusiástica, que quis viver a tradição, numa tarde em que o sol se juntou à festa.
Ler mais


Clero do arciprestado prepara Semana das Vocações em Vieira do Minho

No seu encontro mensal, também denominado “pa­les­tra do clero”, que no ar­ciprestado de Vieira do Minho, há mais de meio sé­­culo, tem tido, quase sempre, uma presença de 100% dos seus párocos, (actualmente em número de oito), os sacerdotes re­flectiram sobre a Sema­na das Vocações que este ano, a arquidiocese de Bra­ga vai celebrar, em Vieira do Minho no 3º e 4º Domingo de Páscoa.
Ler mais


Estatísticas “subestimam a magnitude da pobreza em Portugal”

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa.
Ler mais


Feira do Fumeiro o maior “evento gastronómico do Minho”

Vieira do Minho voltou a receber a tradicional Feira do Fumeiro de 2 a 4 de Fevereiro e o “tempo primaveril”, que se fez sentir nos três dias, arrastou uma multidão, principalmente no Domingo.
No evento que vai já na 16.ª edição, foram vendidas, apesar de preços elevados, cerca de 20 toneladas de fumeiro que 25 produtores de Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Montalegre tiveram expostos nas tendas.
Ler mais


D. Nuno Brás solidário com jornalistas afetados pela crise, propõe criação de “Ordem dos Jornalistas”

O presidente da Comissão Episcopal responsável pelo setor dos media, em Portugal, apelou a uma “ecologia da informação”, que permita distinguir o trabalho jornalístico de outros conteúdos presentes nas plataformas digitais.
“A sua missão é, não apenas a de fornecer a informação como também a de garantir a verdade dessa informação. É isso que distingue o seu trabalho daquilo que nos chega vindo das inúmeras redes que pululam (e poluem) o nosso ambiente humano. Também aqui necessitamos de ecologia — uma ecologia da informação’”, referiu D. Nuno Brás, na sessão de apresentação da mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais 2024
O bispo do Funchal apelou à reflexão sobre a criação de uma “Ordem dos Jornalistas”, para que os profissionais do setor possam defender as regras próprias de acesso e exercício da profissão, com capacidade de “defender efetivamente” o seu código deontológico.
Ler mais


Rita Rodrigues, a melhor portuguesa

Em Marrocos, Rita Rodrigues na prova de fosso olímpico na Taça do Mundo de tiro aos pratos foi a melhor portuguesa ao classificar-se no 14º lugar. Maria Inês Barros ficou em 18.º posto, enquanto Catarina Baicev classificou-se em 32.º lugar. Em homens, José Bruno Faria foi 7.º para a mesma competição.
A vieirense no mês anterior na Taça do Mundo do Cairo em tiro com armas de caça conquistou o 23º lugar.
Ler mais