Igreja

A Igreja de Cristo em missão pelo mundo

Em 22 de Outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Pa­­pa Francisco durante o Ângelus anunciava publicamente para toda a Igreja a sua intenção de proclamar um Mês Mis­­sionário Extraordinário em Outubro de 2019 para cele­brar o centenário da Carta Apostólica Maximum Illud de seu predecessor o Papa Bento XVI.


Recuperar a dimensão missionária

O presidente da Comissão Episcopal Missão e Nova Evan­gelização, D. Manuel Linda afirmou que, se os cristãos formam a Igreja, “têm de ser missionários por natureza”, pelo que é preciso “recuperar a dimensão missionária” de Portugal, que tem uma “história riquíssima”.
“Portugal foi um grande país missionário. Criou estruturas e deu enormes servidores do Evangelho; no seguimento desta história riquíssima, temos de recuperar a dimensão missionária”, escreveu D. Manuel Linda no guião para o ‘mês outubro missionário’.


Palavra e Vida

A Liturgia da Palavra dos domingos do Tempo Comum, é uma catequese continuada sobre a necessidade de con­so­­lidação da fé celebrada nos tempos fortes do ano li­túr­gi­co.
Durante o mês de Outubro, é-nos proposta a reflexão so­bre a justiça. Contemplando a justiça divina, somos várias vezes convidados a reconhecer a facilidade com que nós falhamos neste campo. A fidelidade ou infidelidade nas pequenas coisas, referenciadas em domingo anterior, volta a ser evocada, alertando para as várias formas de corrupção e desvarios que fazem descrer da capacida­de de pensar e agir com justiça.


Portugal terá mais um Cardeal que escolheu este país na reforma

Dom Jean Claude Hol­le­ri­ch, aos 61 anos, passa a ser o primeiro luxembur­guês a fazer parte do Colégio Cardi­na­lí­­­­cio, podendo es­colher o pró­xi­­­­­mo Papa ou mesmo ser elei­to para Su­mo Pontífice.
O arcebispo do Luxem­bur­­go, recebeu a notícia da sua no­­­meação como cardeal ao sair da missa dominical, no Al­garve, (Portugal), no dia 1 de Se­tembro, on­de es­tava a pas­­­sar férias, em apartame­n­to pró­prio, e on­de espera vir a pas­sar a sua reforma.


Abertura do ano pastoral

Na Arquidiocese de Bra­ga, a abertura do Ano Pastoral 2019/2020, teve lugar no auditório, em 24 de Se­tembro, e ficou marcado sob o signo da “esperança e renovação”.


Clero prepara novo ano pastoral

O novo pro­gra­ma pastoral, sua reflexão e concre­tização no ar­ci­prestado, estiveram no cen­­­­tro do en­con­tro/palestra do clero vi­eiren­se que reu­niu todos os párocos em Gui­lho­frei, no passado dia 20 de Setembro.


Bispo do Porto homenageia “martírio” de religiosa assassinada e arrasa justiça portuguesa

O bispo do Porto, D. Manuel Linda, ho­me­nageou, na sua mais recente crónica se­manal, o “martírio” da irmã Maria An­tó­nia Guerra, membro da Congregação das Servas de Maria Ministras dos Enfermos, assassinada a 8 de Setembro, em São Jo­­ão da Madeira ao mesmo tempo que critica a acção da justiça e põe em causa o sistema prisional em Portugal.
“No mínimo, o martírio da «Irmã Tona» tem muito de paralelo com tantas mulheres, de todas as idades, que, na defesa da sua honra e dignidade, acabaram por pa­­­gar com a vida a resistência ao agres­sor depravado. Muitas foram mesmo de­cla­radas beatas e santas”, afirma D. Manuel Linda, num texto publicado no jornal diocesano Voz Portucalense.


Tema da «Esperança» na pastoral da Arquidiocese até 2020

“A esperança partilhada torna-se força de comunhão. A Igreja, as comunidades e as famílias consolidam-se e crescem porque se reconhecem numa mesma esperança e a cul­­tivam. Esperando juntos, tornamo-nos um mesmo corpo”, afirma o programa pastoral da Arquidiocese de Braga apresentado para o triénio 2017/2020.


África prioridade do Papa

Desde 2010 que o número de católicos em África não dei­xou de crescer cerca de 25 %. Um crescimento que em termos relativos se aproxima hoje dos 20 %, com a previsão de que em 2050, um em cada quatro africanos será católico. Números que só por si justificariam o interesse do Papa Francisco na viagem em visita pastoral de quatro dias a África, com paragens em Moçambique, Madagascar e Ilhas Maurícias.


Jornadas de Comunicação sobre “O impacto da imagem”

O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais e a Re­de Mundial de Oração do Papa em Portugal promovem, a 26 e 27 de Setembro, as Jornadas de Comunicação, dedicadas ao tema “O impacto da imagem”.
“O objetivo do encontro é apro­fun­dar o tema da comunicação na pers­petiva dos jovens, na qual a ima­gem tem um papel preponde­ran­te; por is­so, a Rede Social em des­taque é o Ins­tagram”, assinala um comuni­cado en­viado à Agência ECCLE­SIA.
A iniciativa, que vai decorrer na ‘Do­­­­mus Carmeli’, em Fátima, integra pe­­lo segundo ano consecutivo as Jor­­­­­nadas Nacionais de Comunicação Social, promovidas pelo Secre­ta­­riado Nacional das Comunicações Sociais, e as IV Jorna­das de Comunicação Digital, promovidas pela Rede Mundial de Oração do Papa em Portugal.