Do Cávado ao Ave

RUIVÃES

Vindima da Casa do Brás

          
RUIVÃES

O tempo quente e seco que se fez sentir este ano, le­vou a uma antecipação das vindimas em cerca de duas semanas. A partir da segunda semana de outubro é, por norma, a altura das vindimas em Espindo, no entanto, este ano a safra foi antecipada devido às altas temperaturas e baixa humi­da­de que se fizeram sentir.


Na data prevista para a vin­dima, 4 de Outubro, o S. Pe­dro rodou as chaves e eis que se abateu uma valente tempestade no concelho de Vieira do Minho na noite de 3 para 4. Porém, o ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário