Igreja

Vaticano adia eventos públicos em espaços fechados

          

O porta-voz do Vaticano anunciou uma série de even­tos públicos, em espaços fechados, que vão ser adiados, por causa do coro­na­vírus, que já provocou seis mortes na Itália.
Matteo Bruni referiu aos jor­nalistas que esta decisão segue as “disposições das au­toridades italianas”, pre­ci­san­do que até ao momento não foi detetada qualquer in­feção por parte da Direção de Saúde do Estado da Ci­da­de do Vaticano, que se en­contra em contacto com o Governo italiano e autori­da­des regionais de Roma.


O diretor da sala de imprensa da Santa Sé sublinhou que as audiências pú­bli­cas semanais das quartas-feiras, na Praça de São Pedro, vão continuar a realizar-se.
Entretanto, já foram distribuídos dispensadores com desinfetante para as mãos nos escritórios que dão acesso ao Estado da Ci­da­de do Vaticano e há uma enfermeira e um médico de serviço, disponíveis para pres­tar assistência imediata às clínicas do Vaticano, ca­so existam pacientes com sintomas semelhantes aos do coronavírus.
Os bispos católicos rezam por todos os afetados, pelos médicos e enfermeiros e “por quem tem a responsa­bi­lidade de adotar medidas de precaução e restritivas”.
2020-03-19


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário