Igreja

Santuário do Bom Jesus tem novos espaços museológicos

          
Santuário do Bom Jesus tem novos espaços museológicos

O Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, lu­gar de passagem obrigatória para quem visita o Mi­nho, foi inscrito há um ano na lista do Património Mun­­­dial da UNESCO, um re­­­conhecimento da impor­tân­cia religiosa e cultural da­­quele complexo monumental.
Com a diminuição no nú­me­ro de turistas que, em contexto de pandemia, quase desapareceram, enfrenta agora uma diminuição de tu­­ristas, levando a Irman­da­de a repensar a oferta cul­tu­ral daquele espaço.


O aniversário foi assinala­do pela Confraria que inau­gu­­rou um museu na Torre Si­­neira e no Coro Alto da­que­­le Santuário.
“Ao longo das escadas te­re­­mos os sinos do antigo car­­rilhão do Bom Jesus, que nós recuperámos, bem co­mo algumas peças a eles li­ga­das que permitem conhecer a história do sino no nos­­so país” salienta Varico Pe­reira, da confraria do Bom Jesus, citado pela Agên­­cia ECCLESIA.
Desta novidade fazem também parte paramen­ta­ria e alfaias litúrgicas que en­riquecem « a experiência do visitante.
“Grande novidade deste es­paço será a vista inédita que o visitante terá da cidade de Braga a partir de um es­paço que até agora não estava acessível, como é a tor­­re sineira” refere o presi­dente da Confraria.
2020-07-14


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário