Igreja

2020 foi um ano de “extraordinário sofrimento”

          

O Papa Francisco identificou 2020 como um ano de “extraordinário sofrimento”, por causa da pandemia, destacando o impacto da Covid-19 na área da Educação, com milhões de crian­­ças sem aulas.


“Este foi um ano de extra­or­­dinário sofrimento por cau­­sa da pandemia de Co­vid-19. Um ano de isolamento obrigatório, de exclusão, de angústia e crises es­pirituais, de não pouc ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário