Opinião

Trabalho para Férias

          

Durante o ano, a alunos, professores e até trabalhado­res, é familiar a expressão TPC (trabalho para casa). Outra ati­vi­da­de diferente devemos desenvolver em tempo de fé­rias. Apro­veitando a necessidade de mudar de ocupação, habitu­an­do-nos a pensar, a refletir, a descobrir e a pro­je­tar mudanças. Só assim podemos ajudar a construir um mundo melhor.
Começa-se a ouvir falar de espiritualidade. Sabemos exa­ta­mente o que é ou onde a encontramos? É mais fá­­cil enxergar onde falta. As nossas igrejas, estão a ficar va­­zias. Os mais novos saíram em debandada. Mas será que alguma vez entraram, de verdade? Que exemplos se­­guem? Se não somos luz, não indicamos caminhos.
Nascemos, crescemos e um dia partimos… O que que­ro sentir, encontrar, no momento em que deixo de “estar aqui”?


Procuramos então uma razão, um sonho ou objetivo pa­­ra vi­­ver. Começamos a perceber o que é espiritual. É afi­­nal a es­­sência do nosso ser. Podemos dar-lhe atenção, desenvolver as suas capacidades, ou viver, levados pela corrente, mesmo sabendo que cairemos no pre­ci­­pício. Temos de saber o que queremos e para onde va­­mos.
Começamos assim a dar os primeiros passos na vida es­­pi­ri­tual. Para ser vida tenho de a alimentar, como tudo o que nas­ce e vive. Como? Encontra-se a resposta, se a procurarmos.
Eu já procurei e encontrei respostas a muitos “porquês”. Por­que é que nos nossos templos não vemos crianças, jovens e casais? Porque predominam os mais idosos e reforma­dos? O que levou muitos, afastados duran­te anos da igreja, a re­gressar? Se os médicos me anuncias­sem pouco tempo de vi­­da, que ia procurar?
Deixo vários temas a refletir e o desejo que o T. P. F. nos pre­­pare para um ano de vitórias.
M. Leonor Coelho
2018-07-30


Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário