Opinião

Quanto dinheiro vai chegar ao fim?

          

O concerto transmitido em direto pela RTP1 no dia 3 de abril “mão dada a Moçambique” foi um excelente gesto para com o povo de Moçambique que se encontra em profundo sofrimento em virtude do grande ciclone que devastou todo o país, mas ao mesmo tempo converteu-se numa espécie de demonstração real de que a música contemporânea portuguesa e moçambicana se encontram vivas e de boa saúde. É bastante interessante e excitante ver quão bons talentos disparam na música portuguesa. Rapazes e raparigas, mu­lhe­res e homens exibiram uma noite repleta de música se­le­cio­­nada, comprovando desta forma o seu elevado pro­fis­sio­nalismo.
Nunca no passado conseguimos ver uma reunião tão feliz de música de extrema qualidade, mas sobretudo um renas­ci­mento tão autêntico de piano. Mais de duas horas voaram fren­­te aos nossos olhos. O programa demarcou-se ainda por acolher altas figuras representativas do Estado, encabeçadas pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, segui­do do Presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues. Presentes estiveram também os Embaixadores de ambos os países Portugal e Moçambique, assim como o Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina. Nas apresentações mu­si­cais que passaram por um palco animado eclético e dinâmico conseguiu verificar-se a reciprocidade e influências musicais de ambos os países, onde se partilhou sobretudo a língua oficial.


Sentimentos de carinho e de afeto foram expressos ao longo de todo o programa para com o povo moçambicano que nes­tas horas de ameaça, de perdas irreparáveis de vidas hu­ma­nas e d ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado com o seu login e password!
Clique para escolher uma assinatura; ou no caso de já ter uma assinatura por favor autentique-se com o seu login e password.


Comentários

Comentar esta notícia

Nome

Email

Comentário


Verificação de palavras
Escreva os caracteres que vê abaixo
A4UE3


    

Ainda ninguém comentou esta notícia!