Opinião

BICADAS DO MEU APARO

Pode ser que seja

          
BICADAS DO MEU APARO

Meia dúzia de meses depois do inicio desta terceira república, com o 25 do quatro, politicamente os portugueses andavam à de­riva, quais náufragos no alto mar: levavam com ondas de todas as alturas e com ventos fortes de vários pontos da Europa e não só. O “companheiro Vasco” era politizado, de alta patente militar e, desde há muitos anos filiado no Partido Comunista. Pelo que, nunca consegui entender se este senhor era bom comunista ou bom fascista. E porque jogava nos dois relvados, fizeram dele primeiro ministro do I Governo provisório, isto é, Governo PCP/MFA. Ál­varo Cunhal, preparava-se então para que em Portugal, logo após a Abrilada, se não fizessem eleições legislativas, porque isso seria pactuar com “eleições burguesas”, conforme o declarou à jornalista Oria­na Fallaci em fins de 1975.


Mário Soares vivia em Fran­­ça e Álvaro Cunhal na Rús­­sia, como se sabe, ambos, a viveram à grande, ao serviço dos seus partidos e a ex­pen­­sas dos países que os al­ber­gavam. R ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário