Política

Assunção Cristas nega que o CDS tenha mudado de posição

          

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, rejeitou que o partido tenha recuado na questão da contabilização total do tempo de serviço dos professores, afirmando que tem adotado «a mesma posição, clarinha como a água, desde o primeiro minuto».
«O CDS tem a mesma posição desde o primeiro dia (…) Sempre o dissemos e voltamos a dizer: somos fa­vo­rá­veis à contagem de um tempo, que obviamente só pode acontecer quando há condições», designadamente, «cres­ci­mento económico, sustentabilidade financeira e também re­visão da carreira dos professores, avaliação dos profes­sores e aposentação», declarou.


Assunção Cristas, acompanhada do cabeça de lista do CDS-PP às eleições europeias de 26 de Maio, Nuno Melo, falava aos jornalistas durante o evento “O Melhor de Portu­gal”, organiza ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário