Reportagem

Desafios da “Geração Z”

          

Rita Figueiras, professora da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e investigadora na área da comunicação, destacou que são os contextos que “dão sentido e si­gnificado à tecnologia”, falando do seu impacto na cha­ma­da “Geração Z”, sem memória do pré-internet.
“Cresceram num ambiente em que o digital e todas as tecnologias potenciam a interação, em escala mais reduzi­da -, de um para um -, de um para muitos e de muitos pa­­ra muitos, em simultâneo. São tecnologias mais en­vol­­ventes e reclamam mais de cada um”, assinala a entre­vis­tada na edição de hoje nas ‘Conversas Originais’, um pro­jecto da Agência ECCLESIA que decorre ao longo do mês de setembro.


Segundo a especialista, os atores deste processo são tanto os jovens como as empresas digitais, que limitam possibilidades de comunicação pela arquitectura das plataformas.
“Os ...

A sua assinatura expirou, ou não está autenticado!
Escolha agora uma assinatura; ou se é assinante, autentique-se para ler artigo completo.

Comentários

  Comentar artigo

Nome

Email

Comentário